domingo, 24 de agosto de 2014

Recital do Centro de Música Brasileira

Fui ao recital do Centro de Música Brasileira com o barítono português Pedro Telles e com o pianista Jairo Grossi e com o Duo Amato no Centro Britânico Brasileiro. Foi um belíssimo recital, com um repertório lindo e uma plateia ilustre. Gostei demais do cantor português, que belo timbre, os dois são muito bons. Eles interpretaram Osvaldo Lacerda e Camargo Guarnieri. Lindas as canções e belas interpretações. O público gostou tanto, insistiu tanto que eles fizeram dois bis.
Foto de Cláudia Moura.
Repertório de Pedro Telles e Jairo Grossi:
Osvaldo Lacerda - Quatro Miniaturas de Adelmar Tavares (1955) (texto de  Adelmar Tavares)
A luz deste olhar tristonho
Não chega bem ao meu ombro
Ando triste
Dei-te os sonhos de minh’alma

Osvaldo Lacerda - Conselhos de amor (1993)
Textos de: Paulo Freitas, José Marques, Olavo Dantas e Estefânia Rocha Bezerra)
Extraídos do livro: “Mil Quadrinhas Brasileiras de Amor e Saudade”, selecionadas por Pandiá Pându

Camargo Guarnieri                        
13 Canções de Amor (São Paulo, 1936 – 1937):   
Canção do passado (texto de Corrêa Junior)
Si você compreendesse...  (texto de Rossini Camargo Guarnieri)
Milagre  (texto de Olegário Mariano)
Você...  (texto de Francisco de Mattos)
Acalanto do amor feliz  (texto de Rossini Camargo Guarnieri)
Em louvor do silêncio... (texto de Corrêa Junior)
Ninguém mais  (texto de Cassiano Ricardo)
Por que?  (texto e música de Camargo Guarnieri)
Cantiga da tua lembrança (texto de Rossini Camargo Guarnieri)
Talvez... (texto de Carlos Plastina)
Segue-me  (Quadra do folclore)
Canção tímida (texto de Clementina Campos)

Você nasceu... (texto de Rossini Camargo Guarnieri)

Depois foi a apresentação do Duo Amato que é formado pela bela pianista Nathália Kato e pelo clarinetista Herson Amorim, os dois são de Belém do Pará. Excelentes instrumentistas. Gosto muito de apresentações com instrumentistas. Eles também foram muito felizes na escolha do belíssimo repertório. Fiquei impressionada com a belíssima obra de Marlos Nobre, Desafio XI. Também muito bonita a Sonatina de Ernst Mahle. Todas as obras eram lindas. Foi uma feliz escolha de repertório.

Ernst Mahle (1929) - Sonatina (1974)

Osvaldo Lacerda - Quatro Peças (1978)
I. Chalumeau
II. Clarino
III. Improviso
IV. Toccatina

Marlos Nobre (1939) - Desafio XI (1968)

Edmundo Villani-Côrtes (1927) - Cinco Miniaturas Brasileiras
I. Prelúdio
II. Toada
III. Chorinho
IV. Canção de ninar
V. Baião
Esse recital além de belíssimo, foi gratuito. 

Beijos,
Pedrita

13 comentários:

  1. Pedrita,
    fico encantada com os recitais que vc vai. Que delicia! Admiro quem gosta e aprecia. Pena que aqui seja tão dificil ter um.
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
  2. Sempre aproveitando o que se tem de culturalmente melhor. Adorei o fundo do blog. Lindo.

    ResponderExcluir
  3. Oi Pedrita,
    Deve ter sido emocionante esse recital.
    big beijos

    ResponderExcluir
  4. Só pode ser belíssimo mesmo!

    Ahhhh Também queria que tivéssemos mais liberdade para selecionar o que queremos nos pacotes das TVs por assinatura.

    ResponderExcluir
  5. Ai que tudo! A quanto tempo não vou num recital, ja faz anos. Eu amava, hoje com filho pequeno e outros afazeres não dá infelizmente, mais ainda sonho em poder voltar a ir. Com certeza foi maravilhoso.
    Bjs amiga http://www.jeitosimplesdeser.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. núbia, para ir com criança precisa ver o que o local permite. muitos lugares permitem crianças com 7 anos em diante.

      Excluir
  6. oi td bom? gostei dos vídeos....bj http://anaherminiapaulino.blog.uol.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Marlos Nobre tem um irmão médico que trabalha comigo no Hospital.
    Acho que é pernambucano.
    Não sou fã de música erudita.
    Talvez por culpa minha.

    ResponderExcluir

Bons comentários!