sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Banda Sinfônica do Estado de São Paulo

Fui ao concerto em comemoração aos 25 anos da Banda Sinfônica do Estado de São Paulo na Sala São Paulo. Os regentes foram Marcos Sadao Shirakawa e Abel Rocha. Foi um belíssimo concerto gratuito e lotadíssimo! Impressionante a obra de Osvaldo Lacerda, Suíte Guanabara. Apesar do compositor ser paulistano, eu tinha a sensação de estar no Rio de Janeiro e a obra lembrava os bailes que vimos em filmes da década de 50.

O programa todo era muito bonito, com obras de João Guilherme Ripper, Piazzolla, Cyro Pereira, Fernando de Oliveira e Alexandre Travassos. Uma banda sinfônica é formada por uma maioria de instrumentos de sopro. Aos domingos de manhã a Sala São Paulo promove concertos gratuitos. Na segunda feira antes do evento começam a ser distribuídos os ingressos que costumam acabar na sexta-feira. No dia só em filas de espera aguardando desistências.

Fotos de Gerardo Lazzarini

Programa

Maxixe Urbano 6’

Fernando de Oliveira (1972)

Danças do Autômato 7’

Alexandre Travassos (1970)

Cervantinas

I – Elegia a Don Quijote
II – Canción sin palavras a Dulcinea
III – Rondo a Sancho Panza 15’
João Guilherme Ripper (1959)


Suite Guanabara

I – Dobrado
II – Modinha
III – Valsa
IV – Invocação
V – Marcha de Rancho 22’
Osvaldo Lacerda (1927-2011)



Gonzagueana 8’

Cyro Pereira (1929 – 2011)

Beijos,
Pedrita

6 comentários:

  1. Olá Pedrita,
    Uma ótima opção para quem gosta de música clássica.
    big beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem? Na TV Cultura, tem um programa interessante que envolve música clássica. É o "Clássicos". Confesso que não faz muito a minha cabeça... Rs.. Bjs, Fabio www.fabiotv.zip.net

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fabio, eu vejo o clássicos de vez em qd. como a tv cultura é do estado de são paulo é mais voltado para a programação de concertos do estado como a osesp.

      Excluir
  3. Não sei se gostaria de todo repertório.
    Mas eu gosto e me emociono, se assisto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. liliane, acho que sim. é muito bonito e acessível esse repertório.

      Excluir

Bons comentários!