sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Belle

Assisti Belle (2013) de Amma Asante no TelecinePlay. Esse filme entrou recentemente nos filmes do Now. Vi que era de época comecei a ver na hora. É maravilhoso! É um filme de ficção histórica baseado em uma história real da Inglaterra. Um capitão vai buscar a filha porque a mãe morreu. Ele acha a filha linda, leva-a para a casa da família dele, já que viaja muito. Ela é mulata e a família a protege. Ela e a prima vivem no luxo, com todos os direitos e muito protegidas. Até que chegam na idade de casar.

A prima, loira de olhos claros, não tem dote algum, nenhuma propriedade. Em compensação a mulata perde o pai que a deixa com uma grande fortuna. As duas interpretam Dido Elizabeth Belle e Lady Elizabeth Murray. Um parente por ter convivido com ela se considera pai dela e ela o chama de pai. Ele é juiz e em breve liderará um tribunal em relação a um navio negreiro que assassinou vários negros alegando que morreram por falta de água. 

Sua filha acaba conhecendo um filho de um reverendo que lidera a pressão para que o juiz assuma os assassinatos, contra os interesses dos comerciantes e forçando a Inglaterra a abolir a escravatura. É esse julgamento que interfere e pressiona a Inglaterra a finalmente abolir a escravatura. E essa mulata e o filho desse reverendo são os mais influentes para mudar o veredito do juiz. Além dessa questão o filme aborda muito a condição da mulher negra na sociedade. Ela consegue um pretendente que não a respeita, mas que deseja o dinheiro da família dela. Fico imaginando os abusos que ela sofreria depois de casada caso seguisse em frente com a corte desse homem e dessa família nobre. A diretora é negra. Belle é um filme profundo. O filme é baseado no livro da negra Misan Sagay.
Retrato de Dido Elizabeth Belle e Lady Elizabeth Murray (1779) de Johann Zoffany

Belle é interpretada brilhantemente por Gugu Mbatha-Raw que ganhou vários prêmios por sua atuação nesse filme. Elizabeth por Sarah Gadon. Os pretendentes por  James Norton, Tom Felton e Sam Reid. Vários atores que adoro completam o elenco: Miranda Richardson, Emily Watson e Tom Wilkinson. A direção de arte é primorosa. Adoro filmes de época e são impecáveis as cenas, os lugares, as ruas. 

Beijos,

Pedrita

13 comentários:

  1. Interessante esse filme. Vou procurar!

    bjus

    ResponderExcluir
  2. Oi, Pedrita, vim retribuir tuas visitas e comentários nos meus posts da Estante!
    Te confesso que nunca tinha ouvido falar desse filme, mas muito me interessou. Não é comum ter histórias dessa época com uma mulata rica - e sem que ninguém tente tirar os direitos dela de herança ou algo do tipo. Interessante mesmo! Vou procurar!

    Ah, assista Hair, é fantástico!

    Beijos e obrigada pela dica de filme, adorei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ana, tb nunca tinha ouvido falar nesse filme. e eu me surpreendi pelo mesmo q vc, uma mulata rica que a família não usurpa a herança nem a coloca na cozinha.

      Excluir
  3. Também não conhecia. Já me interessei.

    ResponderExcluir
  4. Tem final feliz?
    Não estou aguentando ver coisa ruim nas telas de cinema ...

    ResponderExcluir
  5. Já ouvi falar desse filme, por causa dessa pintura. Estava procurando o nome, mas não lembrava. Obrigada pela dica =)

    Beijos, Pri
    vintage.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pri, que bacana, não conhecia a pintura. vc vai gostar.

      Excluir
    2. ah, vc viu, que bbacana. o post da pri sobre esse filme está nesse link http://vintagepri.blogspot.com/2015/08/dica-de-filme-belle-2013.html#.VeDCJ_lViko

      Excluir

Bons comentários!