segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Fando e Lis

Assisti a peça Fando e Lis da Faz Centro de Criação no Espaço Parlapatões. A excelente direção é de Erika Barbosa. O roteiro é livremente inspirado no texto do espanhol Fernando Arrabal que era mestre no surrealismo, gênero que adoro. Amei o espetáculo. Fando e Lis é um casal que segue para TAR. Tanto o casal como um outro trio nunca conseguem chegar, parece que sempre voltam ao mesmo ponto.

Incrível como o texto parece atual. Fando parece frágil e inseguro, mas aos poucos vemos o quanto ele é violento com Lis que reclama e Fando pede perdão, mas logo depois vai agredir novamente. A violência é uma rotina no comportamento de Fando. No outro trio dois filosofam, enquanto Toso parece ser o único com pensamento realista. Gostei da peça não definir os gêneros, Fando é interpretado por Gisa Guttervil, Lis por Lorena Garrido, as duas estão excelentes.

Gostei muito também dos três atores que fazem Mitaro, Namur e Toso: Luciano Sevla, Billy Eustáquio e Marília Adamy. Amei os figurinos de Milton Fucci e a visagismo de Ana Ariosa, que ficou muito andrógeno. Fando e Lis fica em cartaz no Espaço Parlapatões até 2 de outubro.

Essas lindas fotos são de Demian Golovaty
Beijos,
Pedrita

6 comentários:

  1. Adorei a dica de peça.
    Happy Blog Day!
    Boa noite pra vc.
    Big Beijos
    Lulu on the Sky

    ResponderExcluir
  2. Por aqui, nada disso.
    Vc tem essas oportunidades.

    Assim que puder veja o filme com Bradley Cooper.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. liliane, recife é muito efervescente em eventos culturais. essa peça não deve sair de são paulo. no máximo pode seguir para santos.

      Excluir

Bons comentários!