quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Garota Exemplar

Assisti Garota Exemplar (2014) de David Fincher no TelecinePlay. Inicialmente eu achei que esse era um filme adolescente para adolescentes e não me interessei. Em uma das minhas zapeadas comecei a pensar que talvez não. E foi quando o TelecinePlay dividiu os filmes por categorias e colocou esse em Suspense/Terror que tive certeza e resolvi ver. Garota Exemplar é baseado no livro de Gillian Flynn que ganhou inclusive prêmio no festival para mulheres jornalistas. Minha amiga disse que o livro é igualmente sensacional. Eu adoro o Ben Affeck e Garota Exemplar é muito bom. Bem mirabolante, mas muito bom.


Garota Exemplar começa com o desaparecimento da esposa do personagem do Ben Affeck. Vou falar detalhes do filme: Aos poucos vamos conhecendo esse casal. Garota Exemplar pode ser utilizado para debates sobre o papel da mídia. É esse o grande trunfo do filme. A mídia cria o tempo todo uma historinha e é difícil desmenti-la mesmo que não seja verdade. Essa esposa na infância foi personagem para livros que os pais escreveram, a Garota Exemplar. Diferente da criança, a menina do livro era exemplar, ganhava prêmios desde a mais tenra idade. Enquanto a criança era uma menina normal. Os pais e a criança ganharam muito dinheiro com isso. Confesso que esses livros me incomodaram também. Pela existência dos livros essa garota era idolatrada. Começa a ter uma legião de fãs, mas não porque ela é exemplar, mas pela personagem que os pais criaram. Com o desaparecimento dela, os fãs aparecem para ajudar nas buscas.

Incrível como a mídia monta a historinha. Tímido, desconfortável com os fãs, o marido agoniado tem atitudes esquisitas, risos nervosos e a imprensa o condena rapidamente sem provas. Ele contrata um advogado e quando vai contar a sua versão, tudo muda de novo. Ele resolve então mentir e todos passam a gostar dele de novo. A imprensa de novo força uma situação. A esposa que se escondia resolve então aparecer, a história que ela criou muda, ela não se interessa pela história que contam atualmente e resolve ser novamente a protagonista da trama. O marido diz que assim que a imprensa se afastar, ele vai se afastar da esposa e retomar sua vida. Só que a imprensa nunca se afasta, ditando novamente o desfecho dessa trama. Incrível! 

A esposa é interpretada por Rosamund Pike. A irmã gêmea do esposo por Carrie Con. O advogado por Tyler Perry. A policial por Kim Dickens. Os pais por David Clennon e Missi Pyle. O ex-namorado por Neil Patrick HarrisGarota Exemplar ganhou muitos prêmios, vários de melhor adaptação de obra.




Beijos,
Pedrita

14 comentários:

  1. É um grande filme, com um ótimo desempenho de Rosamund Pike.

    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Um filme extraordinariamente bom, embora o desfecho me tenha indignado, porque tanta perversidade tinha de ser castigada.

    É a perversidade que torna o filme e o romance interessante?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ematejoca, o desfecho é realmente surpreendente. o que achei mais interessante é o debate do poder da mídia.

      Excluir
  3. Este eu vi e gostei. Ele levanta várias questões: vida de adulto, vida de casal, mentiras, manipulação da mídia... mas eu não gostei do final.

    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. marly, é interessante qd ela volta. mas a mídia não larga mão. o q raramente acontece. força um pouco mesmo.

      Excluir
  4. Eu ainda não vi esse filme, mas já anotei aqui a sua dica!

    Beijos, Pri
    vintage.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Eu não entendi nada do filme.
    E só tentei assistir por conta do lindo Ben Affleck.

    ResponderExcluir
  6. Um FILME fantástico! Recomendo sempre os filmes de David Fincher a quem me pergunta. Gosto do seu estilo, adoro seus filmes.

    bjus

    ResponderExcluir
  7. Qdo saiu o livro queria muito tê-lo comprado, mas não comprei.
    Assisti o filme e é mto bom mesmo.
    Bjs

    ResponderExcluir

Bons comentários!