sexta-feira, 25 de março de 2016

Mr. Turner

Assisti Mr. Turner (2014) de Mike Leigh no Max. Uma vez zapeando vi que era um filme de época. Fiquei prestando atenção quando passaria de novo para gravar. Só depois assistindo é que descobri que é um filmes sobre o pintor William Turner. Que obra de arte o filme, as pinturas, a direção, as interpretações. Magnífico!

Timothy Spall está impressionante como William Turner. Esse pintor era muito, mas muito reservado. Vivia com o pai que era barbeiro e uma empregada. Fazia várias viagens, ficava tempos fora, analisando a natureza para as suas pinturas.

O capricho desse filme com a reconstituição de época é estarrecedora. Eu sou fã de filmes de época, fico imaginando a dificuldade de transformar lugares atuais, com tanta tecnologia em locais sem energia elétrica, sem calçamento. Os pintores se encontravam e expunham em uma academia. É fascinante ver esses encontros. Alguns pintores ainda trabalhando no local, suas conversas. Os pintores ficavam muito irritados quando algumas de suas obras iam para a ante-sala, onde eram enviadas obras que achavam menos expressivas. Alguns pintores foram interpretados por Tom Edden, Mark Stanley, Clive Francis, Robert Portal, Simon Chandler, Roger Ashton-Griffitts e James Fleet.

William Turner tinha muita dificuldade de demonstrar os seus sentimentos. Escondia que já tinha sido casado, que tinha filhas. Relatava pouco de suas viagens. Quando seu pai morre ele acaba viajando constantemente para se relacionar com uma dona de um pequeno hotel do porto. Ela se muda para uma casa na cidade que ele vivia e ele passa longos períodos lá. Mas não avisa ninguém. Reservado demais ele escondia inclusive quem era, dizia que era oficial de justiça e dava outro nome. William Turner morreu jovem, tinha problemas de coração. Ficou muito doente nessa casa que ninguém sabia onde era, sua empregada que acaba descobrindo a casa e o seu paradeiro, mas pelo filme mantém o sigilo. A empregada foi interpretada por Dorothy Atkinson. O pai por Paul Jeeson.

Muitos filmes de época atuais tentam limpar as cenas, escolher atrizes que hoje são consideradas bonitas, excessivamente magras. Gostei demais que em Mr. Turner tentaram ser o mais fidedigno a esse período. Pessoas com o que era belo na época, mais roliças, cabelos que hoje parecem enfeiar, e era o que definiam como bonito na época. A dona do hotel foi interpretada por Marion Bailey. A primeira esposa por Ruth SheenTimothy Spall ganhou Prêmio de Melhor Ator em Cannes e em outros vários festivais, realmente ele está incrível.

Obra The Fighting Temeraire (1839) de William Turner

Beijos,
Pedrita

12 comentários:

  1. Olá Pedrita!
    Pelas imagens, trailer e resenha deve ser um ótimo filme mesmo, eu adoraria assisti-lo!

    Feliz Páscoa!
    Beijos ♥

    ResponderExcluir
  2. Oi Pedrita,
    Esse pintor eu nunca ouvi falar, mas deve ser bom.
    big beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. lulu, eu tinha colocado em um post de um livro, mas não conhecia nada de sua vida. é fascinante o filme.

      Excluir
  3. Fiquei com vontade de ver, pois não conhecia o pintor, que me pareceu bem interessante.

    Beijoca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. marly, é interessante demais. costumes. a relação dos pintores. a introspecção do pintor.

      Excluir
  4. Que legal, você lembrar de mim vendo um filme. Acho incrível você encontrar esses filmes que não são
    esses de sucessos, mas o canal Max passa muito filme bom. Eu mesma não conhecia o artista William Turner, mas gosto de filme biográfico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ruby, acontece com frequência é muito bom dividir experiências.

      Excluir
  5. Gravei, querida amiga.
    Gosto muito de filmes de época.

    ResponderExcluir
  6. Turner é um dos meus pintores favoritos pela força com que expressa os motivos naturais. Fiquei muito interessado no filme mas parece que não foi exibido em Portugal :(
    beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. manuel, impressiona muito como contam dele fazendo longas viagens, nos barcos para analisar a luz da natureza. incrível.

      Excluir

Bons comentários!