segunda-feira, 21 de março de 2016

Sobrenatural: A Origem

Assisti Sobrenatural: A Origem (2015) de Leigh Whannell na HBO On Demand. A HBO me pregou uma peça ontem, vendo os pouquíssimos filmes disponíveis, achei esse. Concordam? A Origem é o primeiro, mas não, eu vi o Insidious: Capítulo 3. Pode? Coisa de Brasil. Agora quero ver os outros, mas fiquei com muita raiva que vi o terceiro desavisadamente. E o HBO On Demand tem seleção de preguiçoso, só 51 filmes disponíveis, raramente mudam. O TelecinePlay é fantástico, não só muitos filmes como divididos por categorias.

De qualquer forma eu adorei Insidious: Chapter 3. O diretor é australiano. Adoro o gênero. Uma menina começa procurando uma mulher que fala com mortos, essa  mulher não aceita, não faz mais, mas conversa vai, conversa vem, aceita e avisa a menina que se ela fizer contato com os espíritos outros podem falar com ela. Depois achei que o filme ia enrolar, ela está sentada na calçada com a amiga e levei um susto, segundos depois acontece um assustador acidente e tudo passa a ser assustador. A menina é interpretada pela lindinha Stefanie Scott.

E a senhora por Lin Shaye, gosto desse atriz. O ritmo do filme é ótimo, bem tenso, assustei várias vezes, o roteiro é bem editado, gostei muito. O pai chato da menina é interpretado por Dermoty Mulroney. Gostei que os fatos sobrenaturais realmente alteram onde as pessoas estão. Ela acorda no quarto do andar de cima, no corredor em outro andar. E é real. Aumenta muito a tensão perceber que os sobrenaturais conseguem alterar os movimentos das pessoas. Muito bacana a senhora que ajuda a menina interpretada por Phyllis Applegate. Ela mora no mesmo prédio que a menina, está com demência, mas com a menina fala, e fala muito orientando-a. O marido é interpretado por Jeris Poindexter. Lindo casal, linda a história de amor deles. Adoro esse gênero de filmes que coloca pessoas que estão aparentemente fora do ar por alguma doença, mas que são sensitivas e se comunicam em outro plano. É muito esperançoso.


Beijos,
Pedrita

10 comentários:

  1. Hello Pedrita!
    Esse filme é do jeitinho que eu gosto, ótima sugestão!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. andréa, minha parceira de filmes do gênero. começa pelo primeiro.

      Excluir
  2. Não curto esse tipo de filme.
    Boa semana
    Big beijos
    www.luluonthesky.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. lulu, eu sou fã até qd é igual a outro.

      Excluir
  3. Existem outros casos em franquias que os produtores batizam o filme de "A Origem" ou "O Início", mas na verdade a história se passa antes do original. É o chamado "prequel", que muitas vezes engana o espectador.

    O primeiro filme da série é muito bom, assustador em alguns momentos. A parte II segue mais o estilo dos filmes de terror com correria e violência, perdendo um pouco a qualidade.

    O diretor Leigh Whannell é também ator e roteirista, sendo parceiro do diretor James Wan nesta franquia e também no original "Jogos Mortais".

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hugo, muito irritante. agora vou tentar ver os outros. em geral eu pesquiso, mas acreditei. e nas informações do canal não colocam o nome original. se tivessem colocado eu ia desconfiar.

      Excluir
  4. Pedrita,

    Quando jovem eu tinha uma relação meio doida com obras de terror: morria de medo mas não conseguia deixar de ver/ler. Foi por isso que eu vi os filmes clássicos do gênero, como o A sentinela dos malditos e outros tantos. Hoje eu fico com raiva, ao ver o esforço que o povo faz para aterrorizar o espectador, rsrs.

    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. marly, tenho medo tb. surreal hahahahahaha

      Excluir
  5. Não, não gosto, querida Pedrita.
    As vezes acho que é uma tentativa tão grande de inventar mentiras que não consigo vê.

    Programei os 2 filmes que vc indicou.
    Vou continuar insistindo que vc devia vê Relatos Selvagens.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. liliane, eu adoro, mesmo qd são idênticos. vai entender. prometo me esforçar para ver relatos selvagens. não tô muito afim. comecei a ver mr turner, muito bom. vou terminar outra hora.

      Excluir

Bons comentários!