quinta-feira, 30 de junho de 2016

`71

Assisti `71 de Yann Demange no Telecine Play. Faz tempo que via esse filme na seleção de Cults do Now. Mas como andei lendo e vendo muita arte de guerra, aguardei. Um belo dia resolvi arriscar e me surpreendi com um filme impressionante, absurdamente atual e com um roteiro de Gregory Burke inteligentíssimo. Inclusive ganhou Bafta de Melhor Roteiro.

Essa foto ilustra bem o filme. Soldados ingleses treinam na época da Segunda Guerra Mundial, só que são enviados para a Irlanda em vez de irem para a Alemanha. Eles até gostam por irem perto de casa. Na Irlanda as cidades estão em guerra com os principais atentados do IRA. Mal chegam são enviados a uma rua sem entender o que acontece. Dois soldados são espancados, a tropa vai embora, atiram na cabeça de um e o outro, sem poder voltar com a tropa que partiu passa a se esconder. Ele não conhece a cidade, não sabe voltar ao quartel, está completamente perdido.

Muito rapidamente e nesse mesmo dia nosso protagonista descobre muitos segredos de todos os lados e passa a ser jurado de morte por todos, mas só nós que sabemos, ninguém sabe que todos o querem morto por motivos diversos. A tropa nem tem ideia do que está acontecendo, continuam longe dos fatos reais. O protagonista começa a se esconder, rouba um agasalho para parecer menos um soldado, está de noite. Uma bomba mata todos inclusive crianças e a bomba não é do IRA e sim quem teoricamente estaria lá para defender a cidade. O roteiro é muito inteligente, mostra a crueldade das pessoas, as mentiras, as complexidades de crises como essa. Sempre vi filmes colocando o IRA como os revolucionários, sim, no filme eles também atiram, matam, não todos, alguns fanatizados. O filme fala inclusive muito sobre fanatismo, falta de humanidade e não de um grupo, de todos que acham que estão agindo certo pelas suas crenças. 


Em um determinado momento, um médico que socorre o rapaz diz que já foi do exército, mas que o exército só está preocupado com seus ideias e não com as pessoas. Nosso protagonista, depois de tudo o que passa, abandona o exército. Eu não pensaria de outra forma. O rapaz está excelente e é interpretado por Jack O´Connell, ele está absolutamente incrível. Alguns outros do elenco por Sean Harris, Jack Lowdem, Joshua Hill, Baboo Cesay, Sam Reid, Paul Anderson e Corey McKinley´71 é um filme muito impressionante, trágico, angustiante. `71 ganhou inúmeros prêmios. Prêmio do Júri de Melhor Filme no Festival de Berlim.

Beijos,
Pedrita

16 comentários:

  1. Pedrita querida,
    Esse eu ainda não assisti, fiquei interessante a resenha.

    Beijinhos ♥

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem? No último sábado, assisti Big Jato lá no Espaço Itaú - Augusta. O filme cheira merda hahahhahaha... Bjs, Fabio www.tvfabio.zip.net

    ResponderExcluir
  3. Oi Pedrita,
    Vi poucos filmes de guerra porque não me identifico muito.
    big beijos
    www.luluonthesky.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. lulu, eu confesso que sofro, mas sempre quero tentar entender essa insanidade, mas entendo cada vez menos.

      Excluir
  4. Oi Pedrita,
    a essas alturas do tempo eu estou mais para comédias ou filmes de viagens.

    ResponderExcluir
  5. Olá Pedrita
    Não conheço esse filme, gostei muito da resenha, fiquei bem curiosa, deve ser super intenso.
    Bjs Luli
    https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. luli, acho que vai gostar. tb não conhecia.

      Excluir
  6. Gosto muito de filmes ambientados durante a Guerra. Vou adicionar na minha lista pra assistir depois =)

    Beijos,
    Pri
    www.vintagepri.com.br

    ResponderExcluir
  7. Não é meu estilo.
    Acho que nem ia entender.
    Ontem vi: O médico alemão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. liliane, realmente acho que não vai gostar. não vi o médico alemão.

      Excluir
  8. É outro filme que está na minha lista.

    Bjos

    ResponderExcluir

Bons comentários!