segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

O Zoológico de Vidro

Assisti O Zoológico de Vidro de Ulisses Cruz no Teatro Sesc Anchieta, no Sesc Consolação. Quando fui comprar o ingresso para o Calígula, aproveitei e comprei dessa peça, tinha visto de relance que a Cássia Kiss estava nesse espetáculo e quis ver. Só depois que fui ler detalhes. A peça é baseada no texto de Tennesse Williams, com tradução do Marcos Daud. Só achei para comprar esse texto no original. Esse texto de Tennesse Williams tem muito de sua auto-biografia e esse espetáculo é impecável! Tudo delicado, bem cuidado e primoroso! De início já gostei da música. O narrador que é um personagem nos avisa que a música é importante porque tem ligação com as lembranças. E as escolhas, as composições de Victor Pozas são perfeitas. Os sons dos objetos tão amados por essa família estão nos sons das músicas, com uma sutileza e delicadeza incríveis! Também há vários efeitos sonoros dirigidos por Laércio Salles. A iluminação de Domingos Quintiliano é ótimo.

Adorei o cenário de Helio Eichbauer. O elenco é incrível! Cássia Kiss interpreta maravilhosamente uma mãe dominadora. Ela foi abandonada pelo marido que sumiu no mundo. Quem paga o aluguel da moradia é o filho que tem um emprego e vida igualmente medíocre. A irmã tem uma timidez praticamente doentia. No final junta-se a eles um amigo do irmão. Gostei demais dos atores que fazem os irmãos. Ele é Kiko Mascarenhas. Ela, Karen Coelho, eu reconhecia a voz, mas não conseguia ligar a fisionomia a uma atriz que me lembrasse. Foi um susto quando em casa vi que ela é quem interpretou uma estouvada, amalucada, ágil personagem em Ciranda de Pedra. Está completamente diferente! Com o ator que aparece por último, o Erom Cordeiro, também só descobri em casa. Ele está com cabelo e sem barbas, então não lembrei onde o tinha visto. Eu gosto demais desse ator que arrasou na novela Paixões Proibidas. Eu fiquei muito triste e emocionada no final! É um texto muito contundente! Essa peça fica em cartaz por pouco tempo, até o Carnaval. Igualmente custa R$ 20,00 e os ingressos precisam ser comprados com antecedência, porque está lotando!

As fotos são de Gal Oppido.

Música do post: george gershwin & lena horne - summertime




Beijos,

Pedrita

12 comentários:

  1. Olá!
    Concordo com você,tanto em relação à Karen quanto ao Eron, que aliás está no ar atualmente num personagem medíocre numa novela idem no SBT.Pena a quantidade de bons atores sub-aproveitados na televisão.

    ResponderExcluir
  2. Nem reconheci a Cássia Kiss na fotografia.

    ResponderExcluir
  3. O teatro é a sa vida, assim como o cinema é a minha essência... assim me parece. Sou capaz de ver um filme 20, 30, 40 vezes... Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. Vi o cartaz da peça quando fui ao Sesc no evento do Movimento Nossa São Paulo e fiquei com vontade de assistir. Vou ver se consigo!
    Denise

    ResponderExcluir
  5. Olá Pedrita

    Lembro muito bem da actriz e de Ciranda de Pedra. O tempo passa sem darmos por isso.

    Beijinho
    Isabel

    ResponderExcluir
  6. oi pedrita, lembro do Tennessee Williams de "Um Bonde Chamado Desejo" , nada mais comum, ainda bem que a peça fica em cartaz por mais tempo. bjs

    ResponderExcluir
  7. Olá Pedrita!
    Esta famosa peça de Tennesse Williams, que já lemos e vimos uma adaptação para o cinema deixa-nos sempre perfeitamente desfeitos pela sua força. Conhecemos a adaptação para o cinema feia pelo Paul Newman que também realizou o filme, com a Joanne Woodward, na mãe, o Malkovich no filh e a Karen Allen na filha que faz aquela colecção de miniaturas em cristal, o célebre jardim zoológico. James Naughton é o convidado para jantar. "The Glass Menagerie" data de 1987 e é dos filmes realizados pelo grande Paul Newman o que levaríamos para a tal ilha deserta.
    Beijinhos
    Paula e Rui Lima

    ResponderExcluir
  8. elaine, acho que a maioria consegue bons papéis na tv. infelizmente revelação está muito ruim, até em qualidade de imagem e som. bem como texto. uma pena estarem por lá.

    quintela, a caracterização mudou-a muito mesmo.

    moacy, eu amo tanto cinema como teatro, como literatura, música, artes plásticas, quadrinhos. acho que não separo as artes, gosto de todas.

    dê, vcs vão gostar.

    isabel, ela está totalmente diferente na peça.

    marcos, eu nao vi nem li um bonde chamado desejo embora esteja na minha lista faz tempo.

    paula e rui, obrigada pela informação. vou procurar ver esse filme.

    ResponderExcluir
  9. Quanta delicadeza...Fiquei comovida com seu comentário emocionado sobre nossa peça.
    Aqui é Karen - atriz que faz Laura Wingfield.
    Um beijo grande.

    ResponderExcluir
  10. karen, quanta honra. obrigada pelo espetáculo!

    ResponderExcluir
  11. Pedrita vc é uma privilegiada. Eu fiquei agora com lágrimas nos olhos querendo ver essa peca.

    Um beijo grande

    ResponderExcluir
  12. oi querida, que bom que curtiu... eu não gosto da interpretação da Cássia... postei no meu blog o que penso da montagem, mas, de todo modo, é um clássico da dramaturgia e, como tal, sempre merece ser visto, né? beijão!!!Erika Riedel

    ResponderExcluir

Bons comentários!