quarta-feira, 27 de abril de 2011

A Arca Russa

Assisti A Arca Russa (2002) de Aleksandr Sokurov em DVD na casa da minha amiga. É o único filme em um único plano. Realizado no Museu Hermitage em inúmeras salas. O cinegrafista com material digital caminha por 90 minutos pelas salas onde tudo já está pronto para ser filmado. Apesar da ideia interessante, o filme como roteiro não funciona muito e é bem monótono. A fotografia é muito bonita, os figurinos e a reconstituição de época são muito bonitos, mas como filme é bem cansativo.

Nós vemos o que o protagonista vê. Ele diz que aquele não é o tempo dele, mas nas salas há um tempo atual com pessoas vendo obras de arte nos dias de hoje. O filme passa em várias épocas. Um homem se junta a ele e interage com as pessoas das salas. Nós vemos belíssimas obras de arte, o lugar é muito bonito.


Beijos,
Pedrita

9 comentários:

  1. Parece realmente muito rico em beleza de figurino, mas pela sinopse pouco atrai. Pela curiosidade em filmes russos dá pra ver.

    ResponderExcluir
  2. esse eu não vejo não,Pdrita,só beleza é muito pouco, deve ser monótono demais. Mas como post foi interessante. Beijinho

    ResponderExcluir
  3. Pedrita, escrevi um comentário aqui pela manhã, mas não foi publicado, talvez por falha do pc da escola em que trabalho. Vou repeti-lo aqui, se não for incoveniente. Fique à vontade.

    Os filmes do Sokurov são mais lentos do que o usual devido à influência de Tarkóvsky. Este arca é interessante como "aula" de história. Sokurov é tema de cursos de cinema em várias universidades. Não conhecia esta obra dele e fico grato pela dica. Até amanhã eu consigo obtê-lo para assistir e depois vou resenhá-lo no Panoticum lembrando de indicar de onde veio a fonte.

    Beijos,

    Enaldo.

    ResponderExcluir
  4. E sem querer ser muito chato:

    Festim Diabólico, de Hitchcock também foi feito em um único cenário, utilizando "macetes" para parecer uma única tomada porque os rolos de filme da época não davam para filmar direto cem minutos. Este, com certeza, você vai gostar muito,se ainda não o viu.

    ResponderExcluir
  5. Bom dia Pedrita!!

    Passei para revê-la, faz algum tempo que não a visito... seu site sempre agradável..

    Bjins

    ResponderExcluir
  6. Oi Pedrita.

    Nunca consegui assistir esse filme inteiro.
    Também achei muito monótono.

    Bjs.
    Elvira

    ResponderExcluir
  7. ruby e anamaria, dá pra dar uma olhada, assistir cansa.

    enaldo, esse diretor parece pretensioso demais, quer fazer tudo grande demais e esquece da essência de um filme. bem diferente do genial tarkóvsky e do incrível festim diabólico.

    elvira, não perdeu nada.

    ResponderExcluir
  8. Pedrita, os filmes russos geralmente sao mesmo monótonos. Nao sei se eu o assitiria só pela beleza do cenário, iria depender de muitas coisas, rs.

    Bjao

    ResponderExcluir
  9. georgia, em geral eu gosto de filmes russos, mas esse é só pra olhar.

    ResponderExcluir

Bons comentários!