sábado, 9 de agosto de 2014

Mad Maria

Terminei de ler Mad Maria (1980) de Marcio Souza. Eu li esse livro emprestado da minha vizinha. Eu gostei muito dessa capa que é da edição que li, do Círculo do Livro. Representa exatamente a loucura que foi a construção da ferrovia Madeira-Mamoré em Rondônia, entre 1907 e 1912, mais uma dessas obras faraônicas que o Brasil adora fazer, gastando muito, desviando mais ainda. Nesse caso ainda aconteceram muitas mortes. 40 nacionalidades construíram a ferrovia, pelo que sabem, morreram ao todo 1552 homens em 5 anos de construção, mas muitos acreditam que foram muito mais.

Poucas fotos restaram daquele período e foram feitas por Dana Merril. Marcio Souza escreve sobre a loucura de construir uma ferrovia em solo arenoso, do calor, das doenças, da malária. E mostra as articulações políticas na capital do Rio de Janeiro para a realização desse projeto. Com personagens ficcionais e reais, permeia essa construção insana. A ferrovia Madeira-Mamoré acabou sendo concluída e foi utilizada até 1972. Em 2005, Mad Maria era o sexto livro mais vendido no Brasil.

Há uma minissérie adaptada sobre esse livro que quero ver.




Beijos,
Pedrita

13 comentários:

  1. Oi Pedrita, eu te acho muito corajosa em enfrentar determinadas leituras Nas suas palavras eu sinto que esse livro deveria ser leitura obrigatória no mundo acadêmico, porque muita gente arrota sandices em salas de aula sem ter o mínimo de conhecimento do que tenta falar....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fatima, é um livro de ficção, baseado em fatos reais. então tem todos os ingredientes para tornar a leitura mais suportável.

      Excluir
  2. Já me interessei. Não conhecia essa parte da história. Gosto de trens e queria que fosse tudo muito diferente em relação a ferrovias e trens por estes lados.

    ResponderExcluir
  3. O livro é o relato sobre uma das obras mais absurdas da história do Brasil.

    Eu também não assisti a minissérie.

    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Ola Pedrita,gostei demais da postagem do dia 5 de Agosto,[que aliás foi dia de meu próprio aniversário. Não vi a minissérie sobre este tremendo episódio histórico sofrido pelos brasileiros.Vou tentar achar o livro para me inteirar mais profundamente pelos absurdos que nosso país vem enfrentando desde então.SU

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. suzane, puxa, no dia do seu aniversário. achei que ia gostar das músicas. acho que vai gostar do livro.

      Excluir
  5. Pedrita
    segui seu conselho: instalei o google chrome e consegui meus blogs de volta!
    Obrigada. bjs.

    ResponderExcluir
  6. Que legal Pedrita. Eu vi a minissérie.
    Feliz dia dos pais pra seu pai!
    Big beijos
    Lulu on the Sky

    ResponderExcluir
  7. Ao mesmo tempo que acho complicado construir essa estrada, penso que num país grande como esse aqui, faz-se necessário.
    Agora, seria diferente, certamente. Não os desvios de verbas. Mas a construção em si.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. liliane, o livro fala o tempo todo que essa ferrovia ia de lugar nenhum para lugar algum. aqui raramente fazem o que realmente é necessário.

      Excluir

Bons comentários!