sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Recital do Centro de Música Brasileira

Assisti ao Recital do Centro de Música Brasileira no Centro Britânico Brasileiro. Foi belíssimo! Fiquei estarrecida! Que repertório lindo, que músicos. E tudo de graça. A plateia estava muito ilustre, foi uma noite especialíssima. Primeiro tocou um duo. Adoro o cantor Sandro Bodilon e foi a primeira vez que ouvi a excelente pianista Scheilla Glaser.

Eu já tinha ouvido uma obra do compositor Luciano Gallet, mas acho que nunca tinha ouvido várias em sequência e foi quando consegui prestar atenção na beleza de suas obras. E particulares a escolha de poemas e textos folclóricos para compô-las. Lindas também as do incrível Osvaldo Lacerda e Fernando Cupertino, este inclusive estava na plateia.

Osvaldo Lacerda (1927–2011) – Texto popular anônimo -  Trovas II 
I – Eu quero bem...
II – Chamaste-me tua vida...
III – Se tu fosses pé de pau...
IV – À noite, quando me deito...
V – Fui no livro do destino...

Fernando Cupertino (1959) – Trovas de autores diversos  
Contrastes Do Amor    
Trovas
Saudade

Luciano Gallet (1893-1931) - A Partida (texto de Silva Ramos) 
A Perdiz Piou no Campo (Folclore)
Infância Brasileira (texto de Murillo Araújo)
Ai, Que Coração (Folclore) 

Pai do Mato (texto de Mário de Andrade)

Bambalelê (Folclore)

Acorda, Donzela! (Folclore)

Xangô (Folclore)


Depois aconteceu o Festival Antonio Ribeiro. Adoro esse compositor, já falei de algumas de suas obras por aqui. O duo acima tocou algumas de suas obras, várias em primeira audição mundial:
Quadrinhas - canto e piano (1ª audição)
O coração - canto e piano (1ª audição)
Poema dos olhos da amada - canto e piano
Triste Bahia - canto e piano (1ª audição)


Seguidos de outros músicos expressivos como a excelente pianista Rosana Civile que interpretou: 
Cantigas de solidão (1ª audição)

Momentos - seleção do 1º caderno 

Foto de João Caldas



Depois interpretaram obras do Antonio Ribeiro: Erik Heimann Pais no saxofone e Miriam Braga, ao piano. Não conhecia esses músicos, excelentes, além de lindos e carismáticos. Heimann Pais contou que o Antonio Ribeiro não tinha obras para saxofone e piano, e por um pedido do duo, adaptou uma que era só para piano e outra que era para clarinete e piano, lindíssimas:
Seresta - versão para saxofone e piano
IV Miniaturas - versão para saxofone e piano 


Vou colocar um vídeo do duo do recital, um vídeo com o Erik Heimann Pais e Miriam Braga com outro repertório, outro de Rosana Civile com uma cantora que não participou do recital e um outro com outro músico com composição do Antonio Ribeiro.



Beijos,
Pedrita

10 comentários:

  1. Olá, tudo bem? Também fiquei profundamente decepcionado com a cobertura da TV aberta nos Jogos Paralímpicos 2016. A Band poderia ter exibido perfeitamente o evento. Adorei acompanhar o vôlei sentado. Na NET, a TV Brasil pega bem. Bjs, Fabio www.tvfabio.zip.net

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fabio, foi vergonhoso. aqui a tv brasil tem imagem sofrível. não sei se é pq eu tenho tv hd.

      Excluir
  2. Hello, Pedrita!
    Com certeza foi belíssimo, até quem não gosta de recitais se apaixona só pela maneira que você escreve.

    Beijinhos, bom fds ♥

    ResponderExcluir
  3. Oi Pedrita, que lindo o Retrato cantado! nunca tinha escutado. É sempre muito bom passar por aqui. Beijos e bom fim de semana

    ResponderExcluir
  4. Oi Pedrita, como sempre aproveitando as ótimas coisas pra se divertir e ser culta mais ainda.
    Amo Cecília Meireles.

    ResponderExcluir
  5. Olá Pedrita
    Que lindooo <3
    Tão encantador, eu amo os vídeos que vc traz para nós, são verdadeiros presentes musicais, e uma maneira de conhecermos artistas e repertórios tão lindos!
    Obrigada por compartilhar
    Bjs Luli
    Café com Leitura na Rede

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. luli, que bom que aproveita os vídeos. realmente é uma forma de conhecer. eu prefiro ao vivo.

      Excluir

Bons comentários!