segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Mary Del Priore

Assisti a entrevista com a Mary Del Priore no Programa com Bial na GNT. Esse programa estreou recentemente. Vi um trecho de um, vi outro, mas foi nesse que resolvi postar. Não deveria, já que não li nenhum livro dessa historiadora, embora já esteja na minha lista faz tempo. Adoro História do Brasil, tenho necessidade de complementar meu curso deficiente e conhecer um pouco mais do país que vivo. Ela é sempre muito simpática. Ela falou de vários fatos que hoje se repetem, que não são acontecimentos isolados só dos dias de hoje. Bial colocou aquele quadro clássico do Dia da Independência para Mary Del Priore analisar historicamente. Ela falou que não eram lindos cavalos brancos e sim mulas. Falou da dificuldade de conseguir contar a história pelos poucos registros.

A outra entrevista que vi na íntegra foi com a Deborah Secco, atriz que adoro. Eles falaram bastante do filme Bruna Surfistinha, da diversidade de filmes que a Deborah participou. De maternidade, já que a Deborah foi mãe recentemente. Da participação dela em um dia no BBB. Gostei demais das entrevistas, elas estão disponíveis no Now, vou ver se assisto mais alguma.

Beijos,
Pedrita

10 comentários:

  1. Também sou um curioso por história e assisti parte da entrevista de Mary Del Priore.

    É interessante ver que a história, qualquer que seja ela, são sempre versões romanceadas do acontecimento real, na maioria das vezes contadas pelos "vencedores".

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hugo, nos estados unidos há vários livros com pontos de vistas diferentes do mesmo episódio. no brasil há muito poucos, então ficamos com poucas visões.

      Excluir
  2. Oi, Pedrita,

    Sabe por que nós sentimos que o nosso conhecimento da nossa própria história é deficiente? É porque realmente a nossa história ainda não nos foi contada de forma plena e honesta. E tem mais: enquanto o povo não se tornar mais capaz de atuar com maturidade, assumindo as suas responsabilidades e também buscando os seus direitos, ficaremos na mesma: ignorantes de nossas próprias circunstâncias e eternas vítimas de gente cínica e oportunista. A nossa atual crise me mostrou - de forma inequívoca - que: Em termos de progresso e desenvolvimento, nada realmente nos é dado de graça! Estas duas coisas, aliás, não decorrem de uma situação econômica favorável, como eu pensava antes, e sim do compromisso e da eterna vigilância do povo, quanto aos seus próprios interesses e quanto aos interesses de sua pátria. É o tipo de responsabilidade que não se pode delegar. A gente tem de sair da ALIENAÇÃO, no que diz respeito ao mundo político, ou correremos o risco de nunca experimentarmos o desenvolvimento!
    (Ah, tenho um livro da Mary Del Priore, que ainda não li, Uma história da vida rural no Brasil, mas quero comprar outros, que abordem mais a nossa história!)

    Beijoca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. marly, concordo, é tudo muito precário. no brasil tudo é difícil demais pq tudo é muito instável. não dá pra planejar.

      Excluir
  3. Hello, Pedrita!
    Estou amando o Programa com Bial, só entrevistados top!
    Sou fã da Deborah Secco, adoro!

    Beijinhos, ótima semana ♥

    ResponderExcluir
  4. Adorei a entrevista com Mary Del Priori.
    Ela é o máximo como historiadora.
    Tenho livros dela já lidos e precisando reler, se houver tempo.
    Acho que programei para serem gravados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. liliane, que bacana, vc viu também. adoro dividir experiências com quem viu também.

      Excluir
  5. Eu vi essa entrevista da Mary Del Priori e achei ótima.
    big beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. lulu, foi ótima mesmo. eu sempre me surpreendo o quanto ela se expressa bem. é de forma acessível, mesmo falando em detalhes de história.

      Excluir

Bons comentários!