quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Viagem ao Centro da Terra

Assisti Viagem ao Centro da Terra (2008) de Eric Brevig na HBO. Eu tinha curiosidade mas um certo receio dessa versão. Como disse o 007, Brendan Fraser de protagonista dá um certo receio. Mas gostei. Brendan faz um homem atrapalhado, engraçado e acho que esse perfil combina com ele. Mas é esquisito no final quando o nome do ator vem antes do nome do filme, achei um exagero egocêntrico. Ele trabalha na universidade, seu irmão desapareceu e o sobrinho vai ficar com ele. Eles acabam se enfiando nessa aventura. Gostei da forma como fizeram o trio se reunir, achei tudo bem coerente. Viagem ao Centro da Terra me lembrou Uma Noite no Museu. Um filme mais pra engraçado que aventura, correto e diverte. Como o filme foi feito para ser visto em 3D, deva ser o motivo que alguns efeitos pareceram ruins, alguns cenários de isopor, mas imagino que o efeito deva ser diferente em 3D.
Eu estranhei a moça que fez par romântico com o personagem do Brendan Fraser, parecia que ela ia fazer par com o sobrinho do personagem. Apesar de parecer menor de idade, no IMDB ela tem uns 25 e o Brendan uns 40. Não me convenceu o casal e acho que poderia ser uma mulher mais velha. Indepentende disso gostei da atriz Anita Brein e adorei o garoto interpretado por Josh Hutcherson. É estranho quando eles caem e continuam caindo e não se despedaçam como aconteceria se caíssem daquela altura. Obviamente com os filmes do gênero, no final já deixaram a semente de uma continuação, a previsão é que a aventura seja na cidade submersa Atlântida. Viagem ao Centro da Terra é focado bem para adolescentes e gostei o quanto estimulam a ler o livro do Julio Verne, embora ache que o autor não deve gostar dessa versão mais jocosa. Eu mesma não li o livro e fiquei mais curiosa agora.

Youtube: Journey to the Center of the Earth Trailer



Beijos,

Pedrita

9 comentários:

  1. Pedrita, dá um pulinho aqui:

    http://www.elasestaolendo.blogspot.com/

    Bjao

    ResponderExcluir
  2. Oi,
    conheço a versão de Richard Fleischer, dos anos 50: na ocasião, ainda adolescente, pareceu-me uma boa versão, fiel ao "espírito" de Verne. Mas nunca mais o revi. E, pra falar a verdade, não me interessei por essa versão "jocosa".

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Eu também tenho um certo medo de filmes com Brendan Fraser!!

    ResponderExcluir
  4. Pedrita, eu adoro o Brendan, me divirto com ele. Eu vi este filme no cinema na versão em 3D. Adorei! Os efeitos em 3D ficaram muito bons. Gostei muito do filme, me envolvi com história. Beijos

    ResponderExcluir
  5. Acho Fraser meio canastrão, mas o filme parece perfeito para assistir com o meu filhote:)
    Bj

    ResponderExcluir
  6. O Frase não inspira confiança mesmo...hauhauahuahua

    beijinhos!

    ResponderExcluir
  7. Eu não gosto de filmes assim, mas vi com minha mãe e curtimos muito!!

    Um lindo fim de semana, na paz de Cristo!

    beijos

    ResponderExcluir
  8. moacy, na tv a cabo tinha curiosidade.

    realmente é divertido, mais jocoso q sério e adoro o garoto.

    ResponderExcluir
  9. Acabei não vendo este filme no cinema. Estou na duvida se vale a pena pegar em DvD ...

    Bjs.
    Elvira

    ResponderExcluir

Bons comentários!