sábado, 4 de outubro de 2008

A Casa das Sete Torres

Terminei de ler A Casa das Sete Torres (1851) de Nathaniel Hawthorne. Comprei esse livro em um sebo por R$ 12,00, mas ele é encontrado em livrarias e principalmente em sebos. Eu comprei daquela coleção da Editora Abril de capa dura vermelha e dourada, não dessa capa da foto. Adorei! Nunca tinha lido nada desse autor. Gostei do estilo e dos mistérios. É muito interessante como o autor, através de mistérios, transmite seus ideais religiosos e conservadores. Em A Casa das Sete Torres ele mostra que o mal é castigado severamente e misteriosamente sempre. Que o bem encontra o seu caminho. Que a virtude, o trabalho e a dignidade são recompensados. E que os maus encontram a fúria divina.

Obra Dutch Flower Girls de George Hitchcock

Começa com um homem usurpando um pedaço de terra na Nova Inglaterra. Ele condena seu proprietário de bruxarias e o queima. Depois resolve construir A Casa das Sete Torres em cima do local onde o homem foi queimado apesar dos avisos da população da cidade. Depois o livro passa um tempo e começa com um dos seus descendentes vivendo pobremente na A Casa das Sete Torres. A obra é cheia de mistérios, fantasmas, mas com uma lógica moralista impressionante.
Obra Mrs. Charles Ridgely Carroll (1822) de Sarah Miriam Peale

Anotei alguns trechos de A Casa das Sete Torres de Nathaniel Hawthorne:

“A meio caminho de uma das ruas da nossa cidade da Nova Inglaterra, encontra-se velha casa de madeira com sete torres pontiagudas e uma enorme chaminé central olhando para diversas direções.”

“Não há maior fantasma do que um parente poderoso.”


Tanto os pintores e o compositor são americanos e viveram no período próximo ao do escritor.

Música do post: Gershwin - Prelude no.2

Get this widget Track details eSnips Social DNA



Beijos,

Pedrita

9 comentários:

  1. Desse autor li "A Letra Escarlate" que, se não me engano foi para o cinema com a Demi Moore no papel principal.
    Denise

    ResponderExcluir
  2. Ainda não li nada desse autor. Vou procurar nos sebos.

    ResponderExcluir
  3. Nada a ver com o post: adorei o gatinho ali do lado. Passei horas brincando com ele!!

    ResponderExcluir
  4. dê, a letra escarlate eu não li. nem vi o filme.

    ana maria, é fácil de achar. e na coleção de bolso tb é em conta nas livrarias. eu adorei esse gatinho tb. vc pode pegar o código e colocar no seu blog.

    ResponderExcluir
  5. Nossa Pedrita, fiquei morrendo de vontade de ler o livro. Problema é ver se alguém estará indo para o Brasil para trazê-lo. Adoro histórias assim.

    Boa semana, beijao

    ResponderExcluir
  6. Olá Pedrita!
    Deste autor tanbém recomendamos o livro "A Letra Escarlate" que o Wim Wenders levou ao cinema numa adaptação bastante feliz.
    Beijinhos
    Paula e Rui Lima

    ResponderExcluir
  7. Acho que o Nando tem esse livro, e exatamente a edição da imagem que você postou.

    ResponderExcluir
  8. Pedrita, gostei da sua postagem! Parabéns pelo Blog. Vou ler o livro. O consegui em um sebo online. Obrigada pela dica.

    Abraços!
    Estou te seguindo.

    ResponderExcluir

Bons comentários!