sexta-feira, 27 de maio de 2016

A Família Bélier

Assisti A Família Bélier (2014) de Eric Lartigau no TelecinePlay. Foi a Liliane do Paulamar que me falou desse filme e comentou aqui. Liliane assistiu por indicação da Bruxa do 203 que comentou aqui. Vi a sinopse e levei um tempo para ver, mas como é comédia, resolvi ver. É muito bonitinho. O mais bonito é a união familiar. Três são surdos, só a menina ouve. Eles vivem dos produtos da fazenda que é bem produtiva. A menina auxilia no contato com os outros, na venda dos produtos e na compra do que precisam para a produção.

A menina vai participar no coral da escola e se destaca. O professor sugere ela participar de um concurso em Paris. Ela participa escondida da preparação e mente ao professor. As regras da menina aparecem, então calculei que ela teria no máximo 14 anos, apesar da atriz parecer ter bem mais. Hoje em dia as regras costumam surgir entre 11 e 12 anos, no máximo 14. O professor é bem revoltado pelo trabalho, desejaria uma colocação melhor, mas com o repertório popular que trabalha é compreensível o ostracismo. Por sorte no canto há a possibilidade de aos 14 anos conseguir ingressar em uma escola formal e seguir se tiver talento. Se fosse para um instrumento seria tarde demais, 14 anos é muito tarde. Por sorte também a banca autoriza uma canção popular. Estranho só terem duas candidatas a vaga, em geral são filas e filas de candidatos.

Mas o mais bonito do filme é a linda relação de amor e compreensão da família. A mãe é um pouco controladora, mas sabe respeitar as diferenças, reluta um pouco, mas é muito amorosa. O prefeito da cidade é um oportunista, tenta se aproveitar da deficiência auditiva da família para faturar. O pai da menina fica muito bravo e também com as propostas do prefeito, resolve se candidatar. Todos estão ótimos. A menina é interpretada pela Louane Emera, ela inclusive ganhou César de Melhor Atriz Promissora. A atriz está com 19 anos, devia ter uns 17 quando atuou no filme. O pai está ótimo e é interpretado por François Damiens. A mãe é muito engraçada e interpretada por Karin Viard. O professor por Eric Elmosnino. Alguns outros do elenco são: Roxane Duran, Luca Gelberg, Stéphan Wojtowicz e Ilian Bergala.

Beijos,
Pedrita

12 comentários:

  1. Está na minha, ainda não consegui assistir.

    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito e continua gravado para rever.
    O ator que faz o pai já vi em outros trabalhos e a cara é sempre a mesma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. liliane, é bonitinho. realmente a bruxa some bastante. eu avisei-a do post, ela veio.

      Excluir
  3. A indicação foi da Bruxa do 203, que aparece e desaparece do Blog. Faz falta.

    ResponderExcluir
  4. Parece filme leve, bonzinho de ver. Vou incluí-lo na minha lista. Abraços. http://grandeonda.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Deve ser muito bom Pedrita, uma pena que eu ainda
    não assisti, mas vai para a minha lista!

    Bjs ♥

    ResponderExcluir
  6. Parece ser um bom filme, vou adicionar na lista =)

    Beijos,
    Pri
    vintage.blogspot.com

    ResponderExcluir

Bons comentários!