quarta-feira, 25 de maio de 2016

O Padre a a Moça

Assisti O Padre a a Moça (1965) de Joaquim Pedro de Andrade no Canal Brasil. Há anos queria ver esse filme, mas nesse canal os filmes antigos só passam de manhã. Por sorte agora posso gravar e ver quando dá. O filme é inspirado no poema de Carlos Drummond de Andrade. O padre chega em uma cidade fantasma de Minas Gerais, a maioria dos moradores partiu. Dessas cidades que prosperaram na extração de ouro, mas com a escassez dos minérios quase desapareceu. A maioria da população é idosa, os jovens partiram.

O padre chega para a extrema-unção do vigário. O padre veio pelas montanhas, não há estradas que unem a cidade ao estado. A moça é filha do dono da cidade. O dono é interpretado pelo Mário Lago, o padre pelo Paulo José e a moça por Helena Ignez. Fauzi Arap e Rosa Sandrini também estão no elenco. Além dos atores, moradores da locação em Minas Gerais também participam do filme.  O Padre e a Moça foram gravados em São Gonçalo do Rio das Pedras, Serra do Espinhaço e na Gruta de Maquiné. Direção Musical de Guerra-Peixe, com interpretação do Quinteto Villa-Lobos.

No poema a moça é virgem, no filme ela é de todo mundo. A estrada aparece milagrosamente no final. O padre e a moça fogem, apesar dele buscá-la em casa e dela se arrumar para segui-lo, ela não pega nenhuma trouxa, nenhuma bolsa. Os dois andam muito, mas quando retornam rapidamente a cidade é avistada novamente. Eu pude ver esse filme graças a duas restaurações, uma em 1999 e uma segunda pela Cinemateca Brasileira que utilizou parte da restauração de 1999 e outra de um material original.

Beijos,
Pedrita

10 comentários:

  1. Olá, Pedrita.
    Não conhecia esse filme, então amei a dica. Adoro Drummond, mas não sabia que havia adaptação de um de seus poemas.
    Excelente dica.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de maio. Serão três vencedores!

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem? No sábado, fui ao CineSesc assistir Ralé. Cheguei lá todo pimpão e o filme não foi exibido em virtude da programação da Virada Cultural. Péééééssimo..Horário: 18 horas. Saio do trabalho às 18h30... Acho que não assistirei mais... Bjs, Fabio www.tvfabio.zip.net

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fabio, não sei q filme é esse, tb ficaria irritada.

      Excluir
  3. Pedrita,
    Vou ficar de olho na programação do Canal Brasil, quando
    passar esse filme não vou perder, obrigada pela dica!

    Beijinhos ♥

    ResponderExcluir
  4. Não assisti, mas tem todo o estilo de ter interpretações teatrais, quase formais.

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hugo, as interpretações são ótimas. os problemas de falta de continuidade incomodam bem mais.

      Excluir

Bons comentários!