quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Retrospectiva 1 - 2010 - Música, Teatro e Literatura!

From Mata Hari e 007
Em música o destaque vai para o belíssimo recital da Maria João Pires com Pavel Gomziakov na Sala São Paulo, foi absolutamente inesquecível. Essa pianista é maravilhosa.

From Mata Hari e 007
Foi um ano que fui bastante a Sala São Paulo, como há muitos espaços culturais em São Paulo, acabo dividindo mais as minhas idas ao teatro. Outro evento musical que foi absolutamente inesquecível foi o Concerto da Paz no dia 11 de setembro da Orquestra Sinfônica da USP (OSUSP), sob regência da excelente maestrina Ligia Amadio, que homenageava ainda o grande compositor Samuel Barber que vergonhosamente eu não conhecia as suas obras. Foi belíssima a interpretação de Adélia Issa para a obra Knoxville: summer of 1915 para voz e orquestra.

From Mata Hari e 007
O teatro teve uma presença muito forte esse ano. Foram várias peças simplesmente maravilhosas! Absolutamente incrível o espetáculo Mulheres que Bebem Vodka do mexicano Victor Hugo Ráscon Banda, direção da ótima Lígia Cortez, que vi no Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo. Texto genial, ótimo elenco em interpretação primorosa!

From Mata Hari e 007
Inesquecível o belíssimo espetáculo Adorável Desgraçada com o texto maravilhoso da brasileira Leilah Assumpção e a esplêndida interpretação da Débora Duartevi no teatro Cultura Artísitca Itaim. Os cenários eram da incrível Bia Lessa. 
From Mata Hari e 007
Ainda nesse teatro vi o belíssimo As Meninas com texto de Maitê Proença, que poesia triste e delicado. Esses três espetáculos eu vi com a minha mãe.

From Mata Hari e 007
Na Funarte vi o incrível A Mulher Que Ri de Yara Novaes, com texto impactante do húngaro Móricz Zsig-mond.

From Mata Hari e 007
Foi difícil escolher em literatura o que quero destacar, foram muitos livros maravilhosos esse ano! Nem lembrava que A Noiva Escura de Laura Restrepo eu tinha lido em 2010, esse livro colombiano é simplesmente maravilhoso! Emprestei para a minha irmã que também amou! Ela igualmente não conhecia essa autora.


.
From Mata Hari e 007
Em seguida eu li o maravilhoso O Anjo Silencioso do alemão Henrich Böll que ganhou Prêmio Nobel! Esse foi minha irmã que me emprestou.

From Mata Hari e 007
Amei Tocaia Grande do Jorge Amado! Eu adoro esse autor e com essa obra não foi diferente!

From Mata Hari e 007
Foi o ano que descobri Georges Bernanos e o incluí entre os meus autores preferidos, sensacional o Diário do Pároco de Aldeia. Os comentários sobre esse livro com o Rodrigo Gurgel culminaram no presente que ele me deu do livro abaixo:

From Mata Hari e 007
Thèrese Desqueyroux de François Mauriac, outro livro simplesmente maravilhoso!

From Mata Hari e 007
Devorei e amei Moll Flanders de Daniel Defoe. Tanto esse como o Diário do Pároco de Aldeia estavam aqui fazia um bom tempo, tinha comprado os dois em sebos há anos. Foi bom descobrí-los!

From Mata Hari e 007
Fazia tempo que minha irmã comentava sobre esse livro e essa autora chinesa, Cisnes Selvagens de Jung Chang! Ela me emprestou e eu entendi porquê, esse livro é simplesmente maravilhoso! Quero ler agora a biografia do Mao que essa autora escreveu.

From Mata Hari e 007
Para finalizar os livros destaco o maravilhoso O Sol se Põe em São Paulo do Bernardo Carvalho! Estava em débito com esse autor, nunca tinha lido nada dele e foi uma surpresa maravilhosa!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bons comentários!