quinta-feira, 24 de junho de 2021

Sonetos do Amor Obscuro de Divã do Tamarit de Federico García Lorca

Terminei de ler Sonetos do Amor Obscuro e Divã de Tamarit (1936 e 1940) de Federico García Lorca da Coleção Folha Literatura Ibero-Americana. Eu acabei comprando umas coleções que vieram com vários livros de poesia. Eu leio muito pouco poesia e eles vão ficando lá na prateleira há ler. Há uns anos comecei a separar algum e deixar no lugar de ler e mesmo pegando muito pouco, os livros de poemas passaram a andar um pouco. É linda essa capa da Millenium Estudio.

O marcador de livros um amigo que me enviou.

Obra Apparatus and Hand (1927) de Salvador Dalí

Eu amo García Lorca, conheço vários poemas, alguns foram letras de canções. As canções com poemas do Lorca eu coloquei nessas postagens. Os poemas do livro são lindos. Na edição colocam o poema no idioma original em uma página e o traduzido William Agel de Mello em outra. 
 

Beijos,
Pedrita

16 comentários:

  1. Lê pouca poesia? óooooooohhhhhhhhhhhhh. Penso que faz mal, lol
    .
    Cumprimentos poéticos
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rykardo, mas entre ler ficção e poesia eu fico com a ficção.

      Excluir
  2. Existem gosto para tudo e eu respeito. A pedrita é mais de filmes :)🌹

    .
    Numa saudade que só tu sabes a dor
    .
    Beijos, e um excelente dia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cidália, verdade, e amo literatura. poesia até gosto mas leio pouco.

      Excluir
  3. Oi Pedrita, eu gosto de ter sempre um livro de poesias, ou crônicas ao meu lado. Gosto de abrir aleatoriamente e ler um texto curto em algum intervalo de trabalho ou até entre as leituras mais longas.
    Beijos
    Chris


    Inventando com a Mamãe / Instagram  / Facebook / Pinterest

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. chris, se eu ainda não li o livro, quero ler na sequência e como prefiro ficção, vou adiando. colocar ao lado ajuda. pq às vezes leio um pouco.

      Excluir
  4. Parece ser um bom livro. Este eu ainda não li.

    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Eu gosto de poesia, inclusive eu escrevo algumas. Esse livro deve ser interessante.
    big beijos
    www.luluonthesky.com

    ResponderExcluir
  6. Também leio pouca poesia, embora haja poemas de gosto muito. Só livros muito pequenos de poesia li completamente de uma única vez do princípio ao fim, mas leio episodicamente Pessoa, Natália Correia, Antero de Quental, António Gedeão w acabei de ler há minutos o único romance de um grande poeta que foi um fortíssimo murro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. carlos, eu gosto bastante, mas não tenho costume de ler. ainda mais em sequência em livros. mas quero que a fila de livros de poesias diminua.

      Excluir
  7. Sou apaixonada por poesia e prosa poética. Não li nada de Lorca ainda, mas já ouvir falar dele muitíssimo. Fiquei curiosa.

    ResponderExcluir
  8. Já li muita poesia, agora faz MUITO tempo que não leio :/
    Gosto da maneira como a "poetice" transcende e dá a impressão como diz aquele ditado: as letras nos leem.
    Garcia Lorca é extraordinário.
    A capa desse livro e o marcador são mesmo LINDOS demais.

    Bjs Luli
    https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. luli, eu tb lia mais na juventude. eu gosto, mas leio pouco. prefiro ficção. sim, lorca é maravilhoso. sim a capa e o marcador são lindos.

      Excluir

Bons comentários!