sexta-feira, 26 de novembro de 2021

Passing

Assisti Passing (2021) de Rebecca Hall na Netflix. Passing é um termo americano sobre um negro que passa-se por branco. Duas amigas da adolescência se reencontram. É baseado no livro de 1929 de Nella Larsen que quero muito ler.

Uma está casada com um racista e ficou muito aliviada quando a filha dos dois nasce branca. A outra está casada com um médico negro, tem dois filhos negros e mora no Harlem. Amo as atrizes. Tessa Thompson está maravilhosa como uma mulher elegante, reservada, educada, culta e dona de casa. Excelente também Ruth Negga.
O marido de uma viaja muito, então ela gruda na família do Harlem, mesmo a amiga não querendo proximidade. O marido da outra a ofendeu muito, na verdade ofendeu negros sem saber que as duas são negras. Ela não responde as cartas, mas a amiga passa a ir na casa da outra sem avisar e praticamente ficar lá, ir nas festas, bares, reuniões, mesmo sem ser convidada. O médico é interpretado por André Holland, o outro marido por Alexander Skarsgard. Bill Camp também está no elenco.

Beijos,
Pedrita

12 comentários:

  1. Não deve ser fácil um negro passar-se por branco. Imagino ser uma comédia interessante e divertida de ver
    .
    Abraço e feliz fim de semana.
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos

    ResponderExcluir
  2. nao conheço nem vi mas pelo o que conta parece ser bom a ver obrigada pela partilha bjs bom fds

    ResponderExcluir
  3. Uma publicação interessante! :)
    -
    Existe uma beleza inexplicável, no ar
    -
    Beijo e um excelente fim de semana!

    ResponderExcluir
  4. Este assunto - de negros se passando por brancos - já rendeu inúmeras obras. Isso só mostra o quanto o racismo é poderoso em seus efeitos de segregação e aviltamento de pessoas pertencentes a uma raça.

    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Fiquei curiosa com esse filme.
    Levo a indicação com certeza.
    Sou muito fã da Tessa Thompson.
    A temática sempre atual
    Sua resenha está perfeita

    Bjs Luli
    https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. luli, amo a tessa, vai gostar desse filme, muito profundo, tema urgente.

      Excluir
  6. Também assiti a esse filme esse final de semana e achei maravilhoso. Gosto muito da Tessa Thompson e ela está impecável. Um assunto muito importante e trabalhado de uma maneira muito intrigante e inteligente. Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. exatamente, é muito lindo. tb gosto demais da tessa. sim, gostei muito como o filme é construído. obrigada.

      Excluir

Bons comentários!