sábado, 8 de maio de 2021

A Bastarda

Terminei de ler A Bastarda (1964) de Violette LeDuc da Portugalia. Em 2015 eu vi o filme Violette sobre essa escritora e fui atrás de seus livros. Achei esse editado em Portugal no sebo e só li agora. Demorei bastante pra ler, uma porque a obra é extensa, outra porque a edição tem uma letra minúscula e tinha vezes que tinha preguiça de ler, já que não era uma leitura confortável ler letras tão pequenas e juntas. É o livro que mais vendeu da autora, quando ela finalmente pode viver da escrita.

O livro conta a história de Violette Leduc. A mãe casou-se, então colocou a filha em um colégio interno. Ela se apaixonou por uma jovem na igreja, mas era platônico. Depois teve um relacionamento longo com Hermine, viveram vários anos juntas. Quando veio a guerra foi viver no campo com um amigo e lá que começou a comercializar ilegalmente, na época da guerra, produtos das fazendas que conheceu. Às vezes o livro seguia para anos na frente. Violette Leduc tinha muita vergonha do seu nariz. É uma história pouco convencional na década de 20, até mesmo para os dias de hoje.
Beijos, 
Pedrita

14 comentários:

  1. Será certamente um livro, embora extenso, fascinante de ler.
    .
    Feliz fim de semana … abraço
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderExcluir
  2. Uma opima sugestão! :))
    -
    Beijinhos e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  3. Gosto dessas narrativas que parecem um pouco bizarras, porque geralmente são honestas.

    Beijo, boa noite e bom fim de semana

    ResponderExcluir
  4. Vou tomar nota da sugestão!
    Isabel Sá  
    Brilhos da Moda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. isa, vc vai gostar. é um livro difícil de achar.

      Excluir
  5. Fiquei curiosa com o livro.
    Apesar de desconfortável para ler devido às letras pequenas e por uma narrativa não linear, deve ter sido bem diferente e interessante.
    Apesar de não ser fácil de encontrar vou anotar na minha wishlist.

    Bjs Luli
    https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. luli, nossa, acho que vc ia gostar, o difícil é achar. tente ao menos achar o filme q tb é difícil.

      Excluir
  6. Uma obra vivida pela autora, nunca ouvira falar nem do livro, nem do filme. Curiosamente também desconheço a editora. O tema pode ser menos comum para a época mas não deixa de ser uma confissão e por isso verdadeiro.
    Tenho dificuldade de ler letra miúda e costuma assustar-me no momento da compra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. carlos, eu só descobri qd o livro chegou, tanto q adiei bastante a leitura. simone de beauvoir q ajudou leduc a publicar seus livros.

      Excluir
  7. Oi Pedrita, cheguei aqui de novo por causa do blog do Carlos. Quanto a resenha, não sei se leria, mas foi bom ouvir falar de um livro que desconhecia totalmente. Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kelly, esse livro é um clássico escrito na época da guerra. muito fundamental e inspirado na vida da autora.

      Excluir

Bons comentários!