domingo, 12 de dezembro de 2021

A Batalha Esquecida

Assisti A Batalha Esquecida (2020) de Matthjis van Heijningen Jr. na Netflix. Li que é o primeiro filme holandês para a plataforma. Baseado na Segunda Guerra Mundial, fala da luta dos exércitos em ter o controle de um porto na Holanda e da possessão nazista na Alemanha.

As cenas de guerra impressionam pelo realismo. Há muitas questões. Como deve ser realmente, é tudo muito anárquico. Tem o planejamento estratégico, mas na hora do ataque, nem sempre tudo funciona como a maioria dos filmes, alguns não conseguem atirar, outros perdem a noção pra onde precisam ir, atordoados pelos barulhos das bombas, tiros, pelo medo. Era o final da Segunda Guerra Mundial, quando Hitler mandou ao combate inúmeras crianças. Quando vencem os nazistas, ninguém comemora, voltam todos em silêncio, se arrastando na lama, muitos doentes, famélicos, deprimidos. Não há vitoriosos, só desolação. Não há comemoração como muitos filmes do gênero.
Acompanhamos a história de alguns personagens. Primeiro a cidade é resgatada dos nazistas que volta a tomar o controle depois. Por ter um porto estratégico, o local é muito visado. Incrível a animação inicial que mostra a chegada dos aliados retirando os nazistas das cidades, até chegar na Holanda e várias lutas acontecerem pelo porto. O elenco também é excelente: Susan Radder, Gijs Blom, Justus von Dohnanyi, Jan Bijvoit, Pit Bukowski, Jamie Flatters, Marthe Schneider, Mark vun Eeuwen e Tom Felton.

Beijos,
Pedrita

12 comentários:

  1. Acredito que seja um filme muito interessante de ver.
    .
    Um domingo abençoado
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rykardo, é muito violento infelizmente, mas necessário.

      Excluir
  2. Ora muito bem. Obrigada pela partilha!:)

    Votos de um excelente Domingo
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. voce descobre umas coisas interessante que em geral eu nao assisti. Diz um velho ditado que "na guerra e no amor vale tudo". Me parece uma ode a estupidez. No amor nem se fala. E na guerra? Vemos as maiores barbaries e atos de grande humanidade. Só vendo o filme para tentar entender o que é uma guerra. Se a gente nao viveu uma, nem visualiza nao é. Viva o filme. E o cinema.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. camille, eu tento usar os algoritmos a meu favor. vou dando gostei pro sistema me enviar sugestões. e tb pesquiso matérias e leio em jornais físicos. sim, não vale nada que não é amor.

      Excluir
  4. Parece interessante. A guerra é sempre um tema instigante (e inquietante, rsrs).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. marly, gostei que não romanceou uma guerra e infelizmente foi muito realista.

      Excluir
  5. Tem uma frase que um professor querido usava muito: a primeira guerra foi travada na trincheira entre soldados e a segunda envolveu o mundo inteiro de alguma forma
    Levo a indicação, já quero assistir esse ainda não vi

    Bjs Luli
    https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Bons comentários!